Pensamentos

Meu avô…

Meu avô faleceu na terça-feira (04/08/09). Eu queria escrever aqui no blog algo sobre isso, não para homenagear, porque homenagens se fazem enquanto a pessoa ainda é viva, e pode ver/ler/ouvir o que quer que você faça a ela. Mas não queria nem podia deixar esse momento passar em branco.

Meu avô agora descansa, e nada sabe. Apenas dorme. E o que eu queria que ele soubesse, ele já sabia, antes de repousar em Deus. Estive com ele quando fui a minha cidade na época do São João, ele já estava adoentado, mas só de saber que ele me viu, e viu meu esposo, e pudemos estar ali com ele, durante alguns momentos, isso já me satisfaz.

Claro que fiquei muito triste, pois gostava muito dele, e também muito preocupada com minha mãe, especialmente por eu não estar lá com ela, pra dar uma força, apoiá-la….

Porém, ao mesmo tempo, fico feliz, pois meu avô nos deixou grande herança. Não, não foram milhões de reais, não foram imóveis, nem carros, ou qualquer outro bem material. Meu avô nunca foi rico. Pelo contrário, sempre viveram, ele e minha avó, com grande dificuldade, e com sacrifício criaram os seus filhos. Hoje, todos estão bem, alguns com um probleminha ou outro, mas por isso todo mundo passa… Contudo, a herança de que falo é a do caráter, e, acima de tudo, da fé. Ele sempre ensinou aos filhos, netos e bisnetos sobre honestidade, sobre honra, sobre o amor de Deus. E isso é o que fica. De nada valem bens, eles servem apenas pra satisfazer nossos desejos momentâneos ou comprar algo de que precisamos, e depois, somem. Mas a fé, o amor, a esperança de um futuro melhor, com Deus, isso fica eternamente.

Por isso, queria deixar duas coisas pra vocês: se você tem alguém idoso em sua família, não espere que morra para que possa se arrepender de não ter estado com ele, ou ela. Aproveite bem cada momento, pois pode ser o último (como foi com meu avô, quando o vi em Junho). E segundo, procure aprender o máximo com eles. Sei que às vezes são ranzinzas, teimosos, e a gente tende a perder a paciência, mas nossos avós, pais, tios-avós, tios, todos têm muito a nos ensinar, pois viveram mais que a gente. Aprendamos portanto as lições de vida que têm pra nos passar. E louvado seja Deus, por ter me dado um avô tão querido… Que verei quando Jesus voltar…  Creio nisso 🙂

“Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem.” (I Tessalonicenses 4:14)

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: