Pensamentos

Temperamentos

Os quatro temperamentos nos personagens infantis: Pooh, o fleumático; Tigrão, sanguíneo; Leitão, colérico e Bisonho, claro, melancólico

Bom, resolvi deixar a melancolia, tendência à depressão e tristeza pelos meus defeitos de lado. Andei pensando em algo (ligado a relacionamentos, só pra variar um pouquinho) e resolvi escrever um post.

Muitas pessoas se “batem” constantemente com outras. Brigam direto e por qualquer coisa. Parecem gasolina e fogo: se juntar dá uma explosão. E isso geralmente ocorre com casais ou duas pessoas que ainda não estão juntas, mas estão interessadas uma na outra. O que acontece? Por isso dificultar um relacionamento, elas ou se separam, ou nem mesmo começam a namorar.

Só que dali a um tempo, conhecem outra pessoa e começam os elogios: “ah, fulana me entende”, “nossa, fulano é tão compreensivo, ele não é grosso como beltrano, pelo contrário, é muito gentil”, e ainda “meu namorado e eu nunca brigamos”… Claro que é bom elogiar, eu nunca poderei criticar tal coisa, porque é ótimo e necessário. Mas as pessoas começam a pensar que agora, finalmente, encontraram os “príncipes” e “princesas” de suas vidas. Que os “ex” eram seres malvados e mesquinhos, mas agora encontraram verdadeira alegria. Porém, perdoem-me pela intromissão, mas quero dizer que nem sempre tudo é culpa do(a) ex. Nem sempre ele(a) é o(a) malvado(a) da história. Quero dizer, nem sempre o problema é ele(a). Mas sim vocês dois juntos…

Deixe-me explicar: existe uma coisinha chamada temperamento. Não, isso aqui não tem nada a ver com signos, nem é um post de autoajuda. E eu também sei que os psicólogos não consideram apenas os quatro temperamentos como a única forma de explicar uma pessoa ou suas características. Mas verdade seja dita: eles dizem muito sobre quem somos, e se não explicam tudo sobre nós, nos revelam várias coisas que não entendíamos, e servem como motivação para compreendermos porque somos assim e no que precisamos mudar (tanto que as teorias mais modernas se baseiam na dos quatro temperamentos de Hipócrates).

Pois bem. Esses quatro temperamentos se dividem em:

1) Colérico: o líder por natureza, independente, firme, otimista, enérgico

2) Melancólico: sensível, idealista, leal, confuso, e muito, muito crítico (eu sei!)

3) Sanguíneo: simpático, extrovertido, afável, destaca-se num ambiente com muita facilidade

4) Fleumático: o pacificador, calmo, diplomata, sabe “contar piada sem rir”

Todos nós temos um pouco dos 4, mas um sempre se destaca. E, claro, eles não têm só qualidades, mas muitos defeitos também (por isso que falei que é bom conhecer qual o nosso, para trabalharmos as dificuldades, se você não sabe qual é o seu, clique aqui). E aqui é onde eu queria chegar: muitas vezes entram em nosso caminho pessoas com o temperamente exatamente idêntico ao nosso. Entenda que, mesmo você sendo melancólico, você não tem necessariamente que ter TODAS as características desse temperamento, umas você tem, outras não. Mas falo aqui, por exemplo, de um melancólico que encontra em seu caminho outro que tem quase que 100% das características dele.

Duas pessoas com o mesmo temperamento, ou vão brigar e se desentender muitíssimo, ou vão ficar indiferentes uma à outra (mais uma vez, não tem nada a ver com signos, isso é real). Não quer dizer que pessoas de temperamentos iguais não podem se relacionar, mas vai ser mais complicado e vão ter que lidar com mais coisinhas para ajustar. Daí o motivo de, talvez, você não ter se dado tão bem com aquele paquera, ou mesmo ex-namorado. Não vá logo culpando o outro, “caindo de pau” em cima dele. Talvez ele não seja um malvado, mas, porque vocês eram de temperamentos semelhantes, havia muita tensão. Por isso tanto conflito.

Por isso, pense bem antes de culpar “o outro” ou “a outra”. Às vezes — e eu disse às vezes, não sempre — o problema pode ser apenas o temperamento. Vale a pena buscar conhecer o seu temperamento e o do(a) seu(sua) namorado(a), noivo(a) ou esposo(a). Faça o teste, leia sobre o assunto (a internet tá cheia de material muito bom), e se descobrir que o(a) companheiro(a) tem um temperamento parecido com o seu, não se desespere: trabalhem juntos para conciliar — por incrível que pareça — as semelhanças, pois elas podem ser a causa dos problemas. Um livro muito bom sobre isso é o “Temperamentos transformados” de Tim LaHaye.

Deixo com vocês alguns links e uma imagem que podem ajudar. Qualquer dúvida, entrem em contato 😉

Teoria dos 4 temperamentos

Os quatro temperamentos humanos

Temperamentos

Além disso há várias comunidades no orkut que falam sobre os temperamentos que mais combinam (como esta). Deem uma procurada por lá também 😉

Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Temperamentos

  1. Ola gostaria de saber com que pessoa eu se relacionaria melhor, uma garota que é mas Fleumática ou uma que é mas Sanguínea
    Predomina mas essa característica nelas…

    Minhas características são:

    45% Melancólico
    24% Sanguíneo
    24% Fleumático
    7% Colérico

    Isso vai ser importante para mim, gostaria de uma opinião…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: