Pensamentos

Maturidade mandou lembranças…

Hoje tava assistindo um filme bem esquisito — do tipo que eu gosto (é, devo ser maluca, acho os filmes esquisitos, mas sempre acabando assistindo) — que conta a história de três mulheres, cuja única coisa em comum é o fato de terem visto/ouvido a mesma notícia (caso alguém se interesse, favor clicar aqui). Numa determinada cena, uma das protagonistas pergunta a um velho conhecido que havia acabado de reencontrar se ele já tinha casado. Ao que ele responde: “Casar? Não, só tenho 28 anos!”

Sabe, acho que cedo pra casar é entre 16 e 20 anos. E mesmo assim tem gente que casa com essas idades e dá tudo certo. Só que eu acho que você tem que aproveitar a vida, estudar muito, arranjar um bom emprego e só então casar. Mas se você tem tudo isso aos 23, o que te impede?

Não concordo MESMO. Acho que é mais desculpa esfarrapada que qualquer outra coisa. A gente pensa que os homens, apesar de amadurecerem um pouco mais tarde que as mulheres, uma hora se equiparam a elas. Mas pra uns isso é lenda. Melhor viver enrolando, dependendo dos pais, servindo de encosto, que crescer e resolver ter um compromisso de verdade né? Se você namora, é noiva ou é casada com um rapaz com menos de 28 que quer casar, agarre-o: ele é uma raridade, e encontra-se em extinção!

P.S.: este não é um post revoltado não. Sei que nem todos os homens agem assim, sei que há muitos bem maduros para a idade, como já era meu esposo ao nos conhecermos (ele tinha 22 anos apenas, e diferente da maioria dos rapazes que nessa idade só pensam em “curtir”, seja lá o que isso signifique, ele queria um relacionamento sério). Mas não suporto homens imaturos #prontofalei (ih, foi mals, aqui não é twitter!)

Anúncios

Navegação de Post Único

2 opiniões sobre “Maturidade mandou lembranças…

  1. haha, eh cada um que aparece… Mas eu tbm acho que antes dos 20 é mto cedo, mas depois disso, nada impede
    =]
    Bjoss

  2. Eu permiti que a minha escova de dente tivesse a oportunidade de ser feliz com a escova de dente do Júnior aos 19. Quer dizer, um pouco antes dos 19. Três meses e alguns dias.

    Nós noivamos, protocolamos, aliançamos… E como diz o Júnior, colocamos tudo a perder bancando os apressados: indo morar juntos. Se muita gente já criticava o nosso namoro pela gigantesca diferença de idade (18), imagine agora. Mas não é que deu certo? Pelo menos está dando. Eu até brinco com ele que se fosse para desistir, eu teria desistido lá no começo, há três anos atrás.

    Portanto, penso que generalizar não é o mais prudente nessas situações. Ao contrário do que muita gente pensou (aqui perto de nós), eu não deixei de fazer faculdade ou trabalhar. Consegui uma promoção no emprego e, certo, eu tenho de fazer manutenções cruéis em servidores às vezes (hahaha), mas hoje sinto que comecei a viver a minha vida, segundo o que eu penso ser melhor para mim.

    Queríamos fazer toda aquela cerimônia bonita na igreja, mas nossas religiões não permitem e meu pai sequer cogita a minha conversão. Estamos tentando resolver isso ainda, até mesmo porque nem eu e nem ele queremos ficar nessa de “improviso”. Então pensamos só no civil, de momento. Ainda que estejamos desconfortáveis nessa questão.

    Eu só não concordo com essa gente que pensa que casamento é como brincar de casinha, lááá na infância, ou que é a mesma maravilha que o namoro ou que é algo bobo que não dando certo pode ser descartado como qualquer velharia.

    Bjs./

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: