Pensamentos

Fazendo o casamento dar certo

Como quem lê este blog sabe, adoro falar aqui sobre relacionamentos. Só que às vezes sou muito dura, repetitiva (falo coisas que já falei em outros posts), incisiva, sei lá… Achei melhor dar um tempo, e deixar com vocês textos de quem REALMENTE entende do assunto (tanto que eu posso comprovar o que ele diz por experiência própria). Então, aí vai mais um texto do maravilhoso dr. Gary Chapman.

……………………………

Mito:
A vida de casado é a vida infeliz.

Fato:

Estudos mostram que pessoas casadas têm melhor saúde física e emocional, uma vida mais longa, maior satisfação sexual, renda maior, e mais riqueza acumulada.

Falando de Amor

Sua linguagem emocional do amor e a linguagem de seu cônjuge podem ser tão diferentes como o Chinês do Inglês. Não importa o quão intensamente você tenta expressar o amor em “Inglês”, se seu cônjuge só entende “Chinês”, vocês nunca vão entender como amar um ao outro.

Ser sincero não é suficiente. Devemos estar dispostos a aprender a linguagem de amor primária de nosso cônjuge, se quisermos ser comunicadores eficazes de amor.

Minha conclusão, após trinta e cinco anos de casamento aconselhamento é que existem basicamente cinco linguagens do amor emocional – cinco maneiras que as pessoas falam e entendem o amor emocional. No entanto, pode haver inúmeros dialetos. O importante é falar a linguagem do amor de seu cônjuge.

O amor é uma escolha
Comunicar amor não é tão fácil como se sentir “apaixonado”, porque é uma coisa completamente diferente. Apaixonar-se não é um ato de vontade ou escolha consciente. É fácil. Aquele que é “apaixonado” não é genuinamente interessado em promover o crescimento pessoal de outra pessoa. Se a frase eufórica de “estar apaixonado” nunca terminou, nós podemos nunca experimentar o amor verdadeiro e comunicação significativa.

Amar é algo que você faz para alguém, não algo que você faz para si mesmo. A maioria de nós fazer muitas coisas cada dia que não são “naturalmente” fáceis para nós. Para alguns de nós, é sair da cama pela manhã. Nós vamos contra os nossos sentimentos e saimos da cama porque acreditamos que há algo de interessante para fazer naquele dia. E, normalmente, antes do fim do dia, nos sentimos bem por termos levantado. Nossas ações precederam nossas emoções.

O mesmo acontece com o amor. Descobrimos a principal linguagem de amor de nosso cônjuge, e nós escolhemos conversar nessa linguagen, quer seja ou não natural para nós. Você  pode não gostar dessa linguagem, mas ao falar nela, vai comunicar claramente o amor a seu cônjuge.

O amor é uma escolha. E um dos parceiros pode iniciar o processo hoje.

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: