Pensamentos

Arquivo para o mês “junho, 2009”

Homenagem póstuma

Já que o Orkut não me deixa postar o vídeo, coloco aqui uma homenagem a Michael Jackson, que encontrei no YouTube, e agora faço-a minha também. Ele era o próprio Ben, e talvez ainda não soubesse…

profile_header2.jpg

Alguém maior que tudo…

Não, eu não vou fazer uma apologia a ele. Nem vou pedir pra rezarem por sua alma, pois eu não creio que vamos para o céu quando morremos, ou que nossa alma fique vagando por aí.

Apenas quero que você pense em algumas coisas. Pensamentos. Como no nome deste blog, lembra?

Eu creio que, ao menos uma vez na vida, você tenha ouvido essa música do video aí em cima. Talvez tenha ouvido e nem sabe que ouviu. O fato é que o disco homônimo, “Thriller”, foi o mais vendido da história, segundo o Guiness. Ele tinha um jeito único de compor, de cantar e de dançar. Não dá para negar que esse homem era especial.

Mas, às vezes parece que todo o sucesso do mundo não vale nada, não é mesmo?

Num dos blogs que sempre estou acompanhando, li algo sobre isso:

Ontem à noite, fiquei sabendo que o ídolo da música pop que marcou uma geração, Michael Jackson, havia morrido de parada cardíaca, aos 50 anos. É difícil conhecer um rapaz da minha geração que não tenha tentado (mesmo que escondido) imitar os passos de dança break do cantor. Jackson fez parte do “espírito” de uma época. Por isso, quando lemos esse tipo de notícia, levamos alguns instantes para assimilar. Mesmo não sendo admirador dele, é como se um pedacinho da gente tivesse morrido junto. Mas isso nos faz lembrar que a vida é assim mesmo: uma sucessão de pontos de luz mais ou menos brilhantes que vão se apagando à medida que o tempo passa. (Michelson Borges – Michael Jackson e a efemeridade da vida)

Mesmo com todo o sucesso que tinha, a vida dele não era só de glórias. Muitos escândalos, e muita tristeza, imagino eu, permeavam a vida de Michael. Desde a infância, em que foi sugado pelo pai, em prol do sucesso do Jackson Five, até a idade adulta, com acusações de pedofilia e um estilo de vida um tanto quanto diferente. Filhos por inseminação artificial, e que viviam escondidos dos holofotes, casamentos estranhos e supostamente de aparência, transformação radical de suas feições (o que pode indicar uma auto-estima sempre baixa)… Enfim, uma pessoa sofrida. Fiquei muito triste ao saber de sua morte, e acima de tudo, penalizada. Ouvia suas músicas, conhecia um pouco de sua trajetória, e a sensação, como disse Michelson, é que parece que um pedacinho da gente se foi…

Tudo isso me faz refletir como é inútil a fama. Quer alguém mais famoso que Michael Jackson? Mas isso de nada valeu. Podemos falar também de riqueza, sucesso… Isso tudo ele conhecia bem. Mas na hora final, tais coisas não fizeram a menor diferença.

Eu sei que tem muita gente que pensa que “crente inventa essa história de ser humilde, de não ter ambição pra se conformar com a sua própria situação”. Mas não é verdade. Eu pelo menos (e conheço muitos outros “crentes” que pensam como eu) creio que podemos (e devemos) sempre crescer na vida. Estudar, trabalhar, almejar coisas boas. Isso é muito bom, e necessário.

Apenas a diferença é uma coisinha bem simples: onde está o nosso coração. Se o seu coração está apenas em pessoas, riquezas, fama, sucesso, você vai ter uma vida aparentemente perfeita, mas interiormente infeliz. Porque, afinal, isso tudo um dia acaba, vai embora. E na hora da morte, essas coisas nada podem fazer por você.

Porém, se você, mesmo já tendo (ou ainda almejando) tais coisas, coloca sua mente, seu coração, toda a sua vida enfim, aos pés do único que pode nos salvar e dar a vida eterna, Jesus, aí sim, sua vida vai fazer todo sentido. E mesmo que você morra, um dia você voltará a viver, e dessa vez será para sempre.

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (João 11:25)

NEle sim podemos confiar sem medo. NEle podemos depositar nossa esperança. Ele é o único que nunca irá nos decepcionar, não importa se temos muita fama, ou nenhuma, se somos riquíssimos ou paupérrimos. Ele é fiel.

Creia nisso. É real.

Mudanças II

changeEu estive pensando [de novo!] sobre mudanças ultimamente. Como nós mudamos! Tava vendo um site aqui e vi cds que tenho (estão na casa de meus pais) que eu nem lembrava mais que tinha. É como se fizesse séculos que eu comprei os cds, que vivi certas coisas. Está tudo tão distante, e eu mudei tanto, que nem lembro mais. E isso não acontece só com cds, mas com programas que assistia, com músicas que ouvia… É como se toda uma fase de minha vida estivesse bem escondida na memória.

E aí a gente vê o quanto a gente muda, e muda em tudo! Desde a aparência, corte de cabelo, estilo de roupas que usa, jeito de escrever (tanto a caligrafia como as palavras usadas), jeito de falar, de agir… Mudamos a forma como encaramos a vida, mudamos de opinião quanto aos mais diversos assuntos. Mudamos, mudamos e mudamos.

A mudança faz parte da vida da gente assim como o beber água a cada dia, ou o respirar. Ela é inevitável! Acontece mesmo e a gente muitas vezes nem se dá conta, ou só se dá depois de um bom tempo. E fica embasbacado, como estou agora.

Eu fico pensando: será que mudar é bom? Eu sei que sim, por muitas razões, e posso até dizer que é necessário. Mas ao mesmo tempo, quanto de mim se perdeu ao longo de anos de mudanças?

É mais que claro que, pra crescer, precisamos mudar. Veja bem, eu morava com meus pais, fazia faculdade na mesma cidade em que cresci, não precisei sair de casa. Mas mesmo durante o tempo da faculdade eu mudei. Tinha que mudar, se não eu não sobreviveria naquele mundo novo.

Pouco antes de me formar, tive que passar um tempo morando em outra cidade (dois meses), junto com outros estudantes, pra fazer um estágio obrigatório. Depois que me formei, vim pra cidade onde iria morar com meu futuro esposo (eu estava noiva na época), aluguei um apartamento e comecei a trabalhar. Nunca tinha trabalhado, nem morado sozinha (coisa que queria muito), e agora estava passando por essa experiência, pouco depois de ter passado por outra igualmente desafiante, que foi morar com os estudantes. Novamente, a mudança não só era necessária como realmente aconteceu.

Depois eu casei. Agora, ia dividir a casa com alguém que não era da área de Saúde da universidade, nem era parente. Ia dividir a casa com um rapaz. Somente nós dois. Alguém aí acha que houve alguma mudança? Alguém acha que eu preciso responder?

Pois é. A gente muda. Eu mudei, e vejo muitas pessoas ao meu redor que mudaram e continuam em processo de mudança. Talvez nem percebam agora. Talvez só notem daqui a alguns anos, quando estiverem zanzando pela net de madrugada, e deem de cara com um site mostrando um cd que elas nem lembravam mais que um dia tinham comprado.

E eu sei que eu mesma, apesar de estar com 30 anos, ainda vou mudar muito. A vida é assim mesmo. Mas a minha pergunta continua: quanto de mim mesma, quanto de nós se “perde” nessas mudanças? Será que éramos mais amigáveis antes? Será que éramos mais inocentes, mais simples? Será que gostávamos de coisas melhores que as que gostamos hoje? Será que éramos mais amigos dos nossos amigos? Que nos preocupávamos mais com eles? Será que agora, que temos outros amigos, nos esquecemos dos amigos “de antes”? Será que não nos distanciamos muito de nossas origens? Será que não estamos tão envolvidos com trabalho e outras preocupações da vida que viramos uns chatos? Ou perdemos o encanto com as coisas simples que tínhamos antes?

Tantos serás! Tantas indagações… Mil perdões pelo “desabafo”, mas pensei que seria legal compartilhar isso aqui. Não é nada que esteja me tirando o sono, mas faz, sim, pensar… E vocês, o que acham?

Feliz dia dos namorados

467703250_a65a7360b3_oEm Gênesis, ao lermos o relato da criação, percebemos, a cada dia da semana, a expressão da felicidade de Deus através das palavras escritas por Moisés: E viu Deus que era bom.” A frase aparece cinco vezes, no primeiro capítulo do livro. Tudo que Deus fazia era bom.

Mas, eis que em meio à toda perfeição e beleza da criação do Pai, vemos uma mudança. Pela primeira vez, algo não era bom. E o próprio Criador diz isto: Não é bom que o homem esteja só”. No meio das maravilhas edênicas, ouvimos que algo não está bom, não está como Deus queria. O homem está sozinho. Tem toda a magnificente natureza a seu redor, isenta dos efeitos do pecado; tem todos os animais, todas as diferentes famílias, classes, ordens, espécies, em sua perfeita beleza. Mas nada disso o satisfaz. Os animais e a natureza não conversam, não podem compartilhar suas emoções, não expressam sentimentos. E Adão se sente só.

Vejam o que diz a escritora Ellen White:

“Mesmo a comunhão com os anjos não poderia satisfazer seu desejo de simpatia e companhia. Ninguém havia da mesma natureza para amar e ser amado.” (Patriarcas e Profetas, pág. 46)

Deus sabia disso, e tratou logo de resolver a situação. Criou para Adão uma companheira. Observemos alguns pontos interessantes dessa criação:

  1. Deus não criou outro homem, Ele fez uma mulher. Não fez simplesmente um amigo para Adão, mas um ser ao mesmo tempo parecido (era humano) porém diferente (pertencia a outro sexo) dele. Um ser com características físicas e psicológicas distintas, para que ambos se complementassem.
  2. Deus não criou Eva do barro, como fez com Adão, Ele a criou de uma parte do próprio Adão. Fez Eva da costela do homem, mostrando que não devia ser superior a ele, nem inferior, mas igual. Com iguais direitos e deveres, com igual valor perante o Pai Celeste. “Como parte do homem, osso de seus ossos, e carne de sua carne, era ela o seu segundo eu, mostrando isto a íntima união e apego afetivo que deve existir nesta relação. “Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta.” Efés. 5:29. “Portanto deixará o varão a seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.” Gên. 2:24.” (Patriarcas e Profetas, pág. 46)

Agora estava tudo completo! Agora, estava tudo como o nosso Senhor queria.

Mas, passaram-se cerca de seis mil anos, e a pergunta é: como estão as coisas hoje? Será que Deus olharia e diria que tudo é “muito bom”? Acho que sabemos a resposta. Tudo foi deturpado. A fidelidade é rara, os relacionamentos são descartáveis, passageiros, a maioria sem amor. Por qualquer razão, ocorre o divórcio. Pessoas do mesmo sexo se relacionam normalmente, exigindo aceitação e direitos, como o casamento. Tudo diferente do ideal divino. Por isso, eu penso: “Hoje, celebramos o “Dia dos Namorados”. Mas será que há o que comemorar? Com tanta falta de amor?”

“”Venerado… seja o matrimônio” (Heb. 13:4); foi esta uma das primeiras dádivas de Deus ao homem, e é uma das duas instituições que, depois da queda, Adão trouxe consigo de além das portas do Paraíso.” (Patriarcas e Profetas, pág. 46)

Sim, há o que se comemorar. Ao pensarmos na dádiva maravilhosa que é o relacionamento a dois, deixado por Deus e preservado mesmo após a entrada do pecado no mundo, ao nos lembrarmos de que mesmo hoje, com toda a maldade que há neste planetinha, ainda podemos encontrar felicidade no casamento, e que este é abençoado pelo Senhor, vemos que há sim o que comemorar.

Portanto, feliz dia dos namorados a você que é casado. Não é porque casamos que devemos deixar de namorar. Muito pelo contrário. Agora sim é que devemos namorar, e ainda mais que antes. Que o seu casamento seja a bênção que Deus sempre quis que fosse. Saiba que “Quando os princípios divinos são reconhecidos e obedecidos nesta relação, o casamento é uma bênção; preserva a pureza e felicidade do gênero humano, provê as necessidades sociais do homem, eleva a natureza física, intelectual e moral.” (Patriarcas e Profetas, pág. 46). Se seu matrimônio ainda não é o que Deus deseja, ore a Ele, peça Sua ajuda, una-se a seu cônjuge num só clamor, e Deus os ouvirá. Ele irá ajudá-los a superar quaisquer obstáculos que estejam enfrentando, se assim for a vontade de vocês.

Feliz dia dos namorados aos divorciados e viúvos. Por motivos que não foram da vontade do Senhor, o casamento de vocês chegou ao fim. Deus sabe o porquê de todas as coisas, e apesar de Ele não querer a infelicidade de nenhum de seus filhos, é isso que acontece neste mundo mau. Mas Ele está aí, bem do ladinho de vocês, abraçando-os e esperando por suas orações. Ele as ouve, e as atenderá conforme Sua santa e boa vontade.

Feliz dia dos namorados aos solteiros. Deus conhece os anseios dos seus corações. Deus sabe o quanto vocês sonham em desfrutar das maravilhas que existem no relacionamento. Ele também sabe o que é melhor para vocês. Ele também sabe o tempo certo para cada coisa acontecer. Não fiquem ansiosos ou preocupados. Ele sabe de tudo. E no tempo certo, após tudo que precisa ser ajustado for ajustado, Ele vai dar o presente que vocês querem. Apenas coloquem, a cada dia, suas vidas nas mãos do Criador.

Finalmente, feliz dia dos namorados aos noivos, e aos namorados! Vocês estão se encaminhando para a realização de um dos maiores sonhos de Deus para suas vidas. Estejam certos de que tudo que fazem seja da vontade dEle. Orem a cada dia pedindo orientação. Ele deve ser o Mestre em cada escolha que fizerem. Se estiverem em dúvida de algo, peçam Sua guia. Se não, continuem caminhando, rumo à união eterna de suas vidas à daqueles que amam.

Que esse dia seja de muita reflexão, mas também de muito amor, alegria e paz a todos! Feliz dia dos namorados!

Sorte do Orkut e Bíblia: semelhanças?

bible.previewHá alguns meses, tenho prestado atenção e tomado nota das frase denominadas: “Sorte de Hoje” do Orkut. Um recurso, no mínimo bem humorado, que intenta lançar pequenas pérolas de sabedoria para a vida diária dos usuários. Pode parecer um recurso sem pretensões, mas que tem se popularizado com o tempo por realmente apresentar algumas frases de extrema sabedoria para a vida prática.

No entanto, comecei a reparar que muitas dessas frases nada mais são do que ecos do pensamento bíblico. É isso mesmo! Da Bíblia. Por mais engraçado, ridículo ou inesperado que possa parecer a maioria das frases que aparecerão para mim tinham algum eco na Bíblia. Estou com isso dizendo que os autores do Orkut são cristãos, ou mesmo intentam pregar o evangelho pelo Orkut ou estão fazendo uso de sabedoria Bíblica propositadamente??? Não! Tenho certeza, embora essa seja apenas minha opinião, que nem mesmo eles estão a par da conexão de suas frases feitas com o que a Bíblia ensina.

Ao longo de alguns meses, sempre que acesso o orkut, reparo na frase, e me lembro de aproveitar muitas delas se não a maioria. Assim, fui guardando cada uma das frases que encontrei e aqui está uma breve compilação do que elas dizem, em comparação com o que a Bíblia diz.

Sorte de hoje: Uma das maiores vitórias que se pode conquistar é derrotar um inimigo pela gentileza. (Rom 12:21; 1 Tess 5:15; Pro 15:1; Pro 29:11; Mat 5:39 – 42)

Sorte de hoje: A melhor maneira de se encontrar é se perder em benefício de outros! (Luc 9:24)

Sorte de hoje: Todas as gerações dão risada da moda antiga, mas seguem religiosamente a moda atual. (Ec 1:9)

Sorte de hoje: Os tolos e os fanáticos estão sempre seguros de si, mas os sábios são cheios de dúvidas. (1 Cor 8:2)

Sorte de hoje: Os fracos nunca perdoam. O perdão é uma virtude dos fortes. (Mat 18:23-35; Luc 23:34)

Sorte de hoje: O amor conquista tudo. (Jo 3:16; I Cor 13:8,13)

Sorte de hoje: Se você não quer que ninguém saiba, não faça. (Pro 11:3; Luc 8:17; 12:2; Sal 90:8)

Sorte de hoje: A paciência é a arte da esperança. (Rom 8:24-25)

Sorte de hoje: Não deixe que a raiva tome o lugar da compreensão. (Pro 14:17; 29:11; Ec 7:9)

Sorte de hoje: Nossa força cresce de nossa fraqueza. (2 Cor 12:9-10)

Sorte de hoje: Trate os defeitos dos outros com a mesma consideração que lida com os seus. (Mat 7:34; Lev 18:19; Mat 22:39)

Sorte de hoje: Viver amanhã é muito tarde. Viva hoje. (Mat 6:34)

Verdades como essas acima expostas só puderam ser compreendidas e assimiladas (e muito mal em alguns casos ainda) depois de anos de desenvolvimento do pensamento humano. Mas já estavam lá na Bíblia. Ainda que alguém deseje ilegítimar a sua autoria divina, ainda assim fica provado que a Bíblia possuí conteúdo relevante aos tempos modernos, verdades transcendentes e práticas para a vida daqueles que desejam saber como viver. Daqueles que gostariam de ler um “manual de instruções” da vida prática do ser humano. Muito antes de Nietzche, Marx, Choppenhauer, Kant, Sócrates e outros que tanto criticam quanto aludem a idéias bíblicas, a verdade para o tempo moderno, para como devemos viver estava lá. Disponível.

Me impressiona notar que essas verdades estão disponíveis a todos pelo título de “Sorte de Hoje” e que ainda assim fazem sucesso e há muitas pessoas que não só prestam atenção como também estão aprendendo, realmente, alguma coisa com elas. Mas se fosse “Mensagem da Bíblia” muitos ainda torceriam o nariz, se é que não ignorariam. Mas pelo formato secular, em um veículo secular, e claro originando-se em mentes seculares que nada tem a ver com a Bíblia, se tornam facilmente populares. Eu gostei muito disso. É a sabedoria popular e moderna mostrando o que a bíblia tem a oferecer. Talvez essa coincidência tenha sido um tiro pela culatra do pensamento secular… Mas quem liga?

Me importa sim, que a Bíblia tem muito a oferecer. E mesmo os que não crêem em sua divina inspiração, tem razões de sobra para no mínimo procurar com seus próprios olhos entender esse livro estranho. Pretensioso e simples, amado e odiado, velho e atual.

(Do blog Contexto Moderno)

A busca da “perfeição”

Não costumo colocar fotos grandes, mas essa é pra vocês verem o tamanho da mudança...

Não costumo colocar fotos grandes, mas essa é pra vocês verem o tamanho da mudança...

Deu no G1: “A alegria de Bruna Felisberto em participar de um concurso que a colocou entre as 10 mulheres mais belas do Brasil foi ofuscada por problemas resultantes de sua própria busca por um corpo e um rosto ideais. Antes de participar do ‘Miss Brasil 2009’, no qual ela conseguiu o sexto lugar, Bruna passou por uma série de cirurgias plásticas que, segundo ela, modificaram seu rosto de forma diferente da que havia sido prometida. ‘Meu nariz ficou destruído e isso abalou tremendamente meu psicológico.’ Bruna, coroada Miss Rio Grande do Sul 2008, fez as primeiras intervenções em junho do ano passado, orientada por seu coordenador, o missólogo Evandro Hazzy. ‘Eu tinha acabado de vencer o concurso (regional) e queria ter o melhor desempenho no Miss Brasil, então confiei e resolvi fazer. Foi uma correria, porque a cirurgia foi feita não havia nem uma semana da final do Miss Rio Grande do Sul’, diz a gaúcha.”

A reportagem informa que Bruna fez uma rinoplastia (procedimento cirúrgico que corrige imperfeições no nariz), lipoescultura, inclusão de uma prótese de 325 ml de silicone nos seios, enxerto de gordura nas nádegas e na face, além de um lixamento no rosto, para corrigir marcas de acne. A miss ficou insatisfeita com os resultados e pensa em processar o cirurgião.

A moça já era bonita, tanto que venceu o concurso de miss em seu Estado. Mas foi em busca de uma beleza idealizada, insatisfeita com o que tinha. O que faz homens e mulheres seguirem por esse caminho? Por que nunca estão satisfeitos? Em grande parte, isso se deve à “perfeição” propalada pela mídia. O padrão de beleza inatingível e retocado pelo Photoshop ou mascarado pela maquiagem exibida na TV. A beleza natural não serve mais, assim como a vida “normal” se tornou enfadonha. Os seres humanos são eternos frustrados, pois estabelecem alvos impossíveis que nem mesmo eles podem atingir. A vida artificial em dia perde o retoque e o que sobra? Bons relacionamentos, cultura, espiritualidade não podem ser substituídos por exterioridades frívolas. Aqueles que escolhem fazer essa troca um dia recebem a conta, com juros e dividendos.

A Bíblia recomenda em 1 Pedro 3:3-4: “O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de joias de ouro, na compostura de vestes, mas o homem encoberto no coração, no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus.”

A mansidão, a tranquilidade, o equilíbrio psíquico-físico-espiritual conferem à pessoa uma beleza incomparável e irretocável. Esse tipo de beleza aumenta com o tempo. Cirurgias plásticas podem resolver imperfeições (ou estragar o que já está bom) em questão de horas. Mas investir no bom caráter leva a vida toda. Só que a beleza exterior e as plásticas têm prazo de validade. O bom caráter dura para sempre.

Michelson Borges

Testes de personalidade: eu sou ISTJ e você?

Click to view my Personality Profile page

Não, não tem nada a ver com o Supremo Tribunal de Justiça; mas sim com a minha personalidade. Não sei até que ponto esses testes de internet são válidos, mas gosto de fazê-los. Por exemplo, toda vez que faço um teste de temperamento, não importa em que formato ele esteja, sempre dá melancólico. SEMPRE. Isso quer dizer algo, não? E olha que já devo ter feito umas cinco vezes. Por isso, tendo a acreditar neles sim.

Mas o tal do “ISTJ” quer dizer “Introverted, Sensing, Thinking, Judging”, ou seja, Introvertida (em oposição a extrovertida), Sensoriamento (em oposição a intuição, sendo que eu sou mais de ver o aqui e agora, as pessoas como eu “são factuais e processam informações através dos cinco sentidos…vêem as coisas como elas são, são pensadores concretos”, enquanto os intuitivos pensam mais de forma abstrata, olham mais pro futuro, etc), Pensamento (em oposição ao sentimento, o que não necessita de muitas explicações) e Julgar (em oposição a perceber, mas não quer dizer que eu julgo os outros e sim que somos pessoas que gostam de “ordem, organização e pensar seqüencialmente”, ao contrário dos perceptivos, que são mais espontâneos, flexíveis, abertos a mudanças).

Mais sobre ISTJ aqui.

Quanto à questão das inteligências múltiplas:

Click to view my Personality Profile page

Façam o teste de vocês e comentem!

O verdadeiro amor espera!

Vejam esse video e comentem!

“O verdadeiro amor sabe esperar”

Eu também creio nisso!

Ler, ler, ler…

woman_reading_blockEu já devo ter falado por aqui o quanto gosto de ler. Pois é, mas isso me faz querer ler mais de um livro ao mesmo e não dá certo! Acabo parando…

Os livros que prometi ler — fiz essa promessa aqui no blog — parei e não continuei mais. ¬¬

Mas enfim, li outros no meio tempo… Queria muito ter um lugar onde pudesse colocar todos os livros que já li. Tem o Skoob, eu sei, já me cadastrei lá, mas sempre acho que falta alguma coisa. Pois bem, vou voltar a usar esse site pra ver se me organizo melhor. Mas já tenho uma listinha pra ler aqui… E, além da dica que deixei pra vocês sobre um livro que li recentemente (O casamento que você sempre quis), queria deixar aqui mais uns que li (e o que estou lendo agora), que falam sobre vida a dois e valem MUITO a pena adquirir. Todos são da editora Mundo Cristão. Não é propaganda, é só pra vocês saberem, e se quiserem comprar, poderem pesquisar na net.

1. A dama, seu amado e seu Senhor: estou lendo agora, mas é sobre o relacionamento da mulher consigo mesma, com aquele que ama e com Deus. E tá bem boa a leitura!

2. Como mudar o que mais irrita no casamento: fininho, dá pra ler em dois dias… Muito bom também…

3. As cinco linguagens do amor: indispensável pra quem quer se relacionar bem com o namorado/noivo/esposo…

4. As quatro estações do casamento: ainda não li (embora já tenha), mas fala sobre as diferentes fases do relacionamento e como lidar com elas.

É isso, se tiver outras dicas, ponho aqui. Boa leitura!

Cérebro masculino x cérebro feminino

Vídeo MUITO interessante sobre as diferenças entre o homem e a mulher. Eu não sei quem é essa pessoa que está falando, mas posso dizer que soube tratar do assunto com muito bom humor. E antes que alguns fiquem com seus ânimos alterados, saibam que a minha intenção (e acho que a do carinha do vídeo) não foi de criar competição entre os sexos. Não há essa de homem melhor que mulher ou mulher melhor que homem. As diferenças servem pra nos complementar, por isso que é importante conhecê-las, a fim de nos relacionarmos melhor com o outro, mas não para dizerem que um gênero é superior a outro, porque isso simplesmente não existe…

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: