Pensamentos

Arquivo para o mês “fevereiro, 2008”

Discípulo x Apóstolo

Hoje aprendi a diferença entre esses dois, que sempre quis saber. Foi estudando a lição da escola sabatina dessa semana (veja aqui).

Discípulo é aquele que aprende aos pés de um mestre. Apóstolo também é discípulo, mas ele recebe uma preparação extra pra levar a mensagem recebida a outras pessoas.

Logo, nós, cristãos, seguindo a ordem que nos foi dada pelo próprio Jesus (“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” (Mat. 28:19)), temos que ser discípulos E apóstolos.

Temos que estar sempre aprendendo aos pés de Jesus, mas também temos que levar o que aprendemos a outros.

Gostei muito do que foi falado no auxiliar da lição: “Uma das funções da igreja – o grupo de crentes que já respondeu ao chamado de seguir a Cristo – deve ser a de ir a todo o mundo, a toda nação, a todos os povos e fazer mais discípulos. Eu digo a alguém, e esse diz a mais alguém, e aquele diz a outra pessoa, e assim por diante.

Mas, como os primeiros discípulos de Cristo, os que são chamados devem passar por um processo de treinamento, de forma a poderem alcançar eficazmente os outros. O primeiro passo nesse processo é a pessoa reconhecer o chamado ao discipulado. Em muitos casos, as pessoas se unem à igreja e nem percebem que foram chamadas ao discipulado – ao serviço. Elas se unem a um grupo de crentes com o desejo de ser alimentadas, em vez da determinação de alimentar. É responsabilidade da igreja ajudar os novos crentes a entender que foram chamados para o serviço.”

Esse deve ser o nosso alvo, o nosso objetivo maior. Porque “Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. E também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Ao contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos Céus” (Mt 5:14-16, NVI).

Anúncios

Mudei…

…não resisti. Mudei pro Solipsus. Mais a minha cara…

Por ‘bruxaria’, miss é barrada em júri de concurso de beleza

A miss Stéphanie Conover não poderá ser uma das juradas do concurso de beleza Miss Toronto Turismo por gostar de “bruxaria”, segundo definição da organização do evento.Stéphanie, de 23 anos e vencedora de um concurso de miss no Canadá em 2007, já tinha tudo preparado para fazer parte do júri que decidirá em fevereiro a vencedora do concurso Miss Toronto Turismo, mas recebeu uma carta da organização afirmando que ela tinha sido eliminada por gostar de tarô.

A organização do evento afirmou que a “leitura do tarô e do reiki (uma prática originada no Japão) fazem parte do oculto e não é aceitável por Deus, os judeus, muçulmanos ou cristãos”.

A organização reafirmou à imprensa sua decisão através de sua porta-voz, Karen Murray.

“Aceitamos (pessoas de) todas as religiões e todas as nacionalidades, mas as rejeitaríamos se estivessem envolvidas em bruxaria”, afirmou.

Aparentemente Stéphanie forneceu detalhes sobre suas crenças quando a organização do concurso de beleza lhe pediu uma pequena biografia.

“Disse tudo o que faço; que sou uma artista, cantora e dançarina. Contei sobre meu trabalho com a caridade e também falei sobre meus hobbies, como escrever canções, tecer, pintar, praticar ioga, reiki e as cartas do tarô”, disse Stéphanie ao jornal The Toronto Star.

Para Murray, estas características, especialmente as duas últimas, são suficientes para desqualificar Stéphanie.

“Queremos alguém com os pés na terra, não alguém no lado obscuro ou no oculto”, afirmou a porta-voz. (g1.globo.com)

Nota pessoal: Não posso evitar a pergunta: quem são os organizadores desse concurso? Bem, acredito que não foram preconceituosos, apenas têm regras, e se alguém não as segue, não está apto a participar de seus eventos. O que mais me intriga é a coragem que essas pessoas tiveram pra dizer tais coisas. Porque sabemos que, no mundo em que vivemos, onde tudo certo, nada é errado, tem que ter peito pra se dizer contra as práticas ocultistas. Sabemos que deve haver um monte de gente dizendo que são intolerantes, cabeças-fechadas, isso e aquilo, mas eu vejo diferente. São pessoas que têm crenças firmes, e querem ficar do lado delas, digam o que disserem.

Fetos chutam tumor de útero e salvam a vida da mãe

Michelle e filhas

Uma britânica que descobriu um câncer durante a gravidez foi salva pelos chutes dos fetos, que expulsaram parte do tumor.

Michelle Stepney, de 35 anos, estava grávida de gêmeas quando foi levada para o hospital com um sangramento. No início, os médicos suspeitaram de um aborto, mas logo descobriram que ela estava com câncer cervical e que acabara de expelir um pedaço do tumor do colo do útero.

“Eu não poderia imaginar que os chutes que eu sentia seriam tão importantes. Eu mal pude acreditar quando os médicos disseram que os movimentos tinham expulsado o tumor”, diz Michelle.

Os oncologistas sugeriram que ela fizesse quimioterapia e retirasse o útero para remover o câncer por completo, o que significaria o fim da gravidez.

Michelle conta que, depois de muito refletir, decidiu seguir em frente com a gestação e foi submetida a doses limitadas de quimioterapia, aplicadas a cada 15 dias.

As gêmeas, Alice e Harriet, nasceram na 33ª semana de gravidez de cesariana. As meninas estavam em perfeito estado de saúde, mas nasceram sem cabelo por causa dos efeitos da quimioterapia.

Quatro semanas depois do parto, Michelle foi submetida a uma cirurgia para retirada do tumor e do útero. Os médicos acreditam que ela esteja curada.

A britânica disse que deve “a vida às filhas”.

No dia 12 de fevereiro, Michelle receberá o prêmio “Mulher de Coragem” do Cancer Research UK, um centro na Grã-Bretanha dedicado a pesquisas sobre o câncer. (g1.globo.com)

Nota pessoal: Mulher de coragem MESMO, e de muita fé! Poderia ter optado pelo aborto, mas não o fazendo, salvou, sem saber, sua própria vida! Eis um exemplo a ser seguido.

Obesidade pode estar no cérebro desde o nascimento, sugere estudo

Um novo estudo sugere que a tendência a se tornar obeso pode ser uma característica inata do cérebro de algumas pessoas. A pesquisa foi feita com ratos, mas seus resultados provavelmente são aplicáveis a seres humanos que sofrem com o excesso de peso, afirmam os cientistas.

No trabalho, publicado na edição de fevereiro da revista científica “Cell Metabolism”, os pesquisadores liderados por Sebastien Bouret, da Universidade do Sul da Califórnia, estudaram anormalidades numa região cerebral importante para o controle do apetite. Os ratos, criados por meio de cruzamentos que levavam à obesidade de origem genética, tinham defeitos nos neurônios do chamado núcleo arcuado do hipotálamo.

O problema neuronal diminui a resposta do organismo dos roedores à leptina, um hormônio que ajuda a suprimir a fome. “As diferenças de desenvolvimento entre esses animais podem ser vistas desde a primeira semana de vida”, afirmou Bouret em comunicado oficial. “Os resultados mostram que a obesidade pode estar programada no cérebro desde o nascimento. E a questão agora é saber como contornar esse problema.”

A leptina é um produto dos tecidos adiposos (formados por gordura) e funciona como um sinalizador, indicando para o cérebro qual é o status energético do organismo e, portanto, dizendo qual é a hora certa para parar de comer. Sem o hormônio, os neurônios do núcleo arcuado também não se desenvolvem. No estudo, os cientistas perceberam que os ratos obesos não possuíam os prolongamentos neuronais usados para captar o sinal da leptina.

Embora os animais fossem capazes de melhorar sua condição física com exercícios e dieta, a propensão a engordar nunca desaparecia. (g1.globo.com)

Nota pessoal: Tomara que esses estudos avancem!

The miracle worker

Hellen KellerHelen Keller nasceu em 27 de junho de 1880, em Tuscumbia, no Estado do Alabama, Estados Unidos. Com apenas um ano de idade uma escarlatina deixou-a totalmente cega e surda. Helen cresceu num universo escuro e silencioso, porém, em 1887, sua vida ganhou um grande sopro de esperança com a chegada de Anne Sullivan, uma irlandesa de 21 anos de idade, ex-cega e recém-formada pela Escola de Cegos Perkins, em Boston, e que aceitou o desafio de educá-la. Durante um mês, Anne Sullivan ensinou Helen a soletrar palavras com os dedos de uma mão, enquanto tocava um objeto com a outra. Helen aprendeu, porém, não sabia que estava formando palavras, pois, naquele momento, não sabia que elas existiam. Certa vez, Anne mergulhou a mão esquerda de Hellen num balde d’água e soletrou “água”, com a outra mão. Repetiu várias vezes a operação e o milagre aconteceu: Helen entendeu que “água” era o nome do líquido que sentia pelo tato. Até o fim daquele dia, aprendeu mais trinta palavras, e em pouco tempo dominou o alfabeto Braille, demonstrando incrível facilidade em ler e escrever. Aos dez anos aprendeu a falar, e se propôs a cursar a faculdade. Em 1904, com vinte e quatro anos, formou-se com louvor, sendo a primeira cega e surda a completar um curso universitário. Tornou-se escritora, conferencista e ativista social, dedicando toda a sua vida aos direitos das mulheres, pobres e deficientes. Certamente sua história de vida a transformou em um dos maiores exemplos para a humanidade, de que as deficiências físicas não são obstáculos para se obter sucesso. Mostrou isso superando todas as barreiras de sua vida, tornando-se uma das mais notáveis personalidades do século XX. Ela sempre dizia que “nunca se devia engatinhar, quando o nosso impulso era voar”. Morreu no dia primeiro de junho de 1968, em Arcan Ridge, no Estado norte-americano de Connecticut. (www.meusonhonaotemfim.org.br)

Nota pessoal: Desde que assisti no TCM um filme sobre ela (The Miracle Worker), me apaixonei! Já tinha ouvido falar, mas sua história é encantadora! Precisamos de mais Hellens hoje…

A menina que queria ter olhos azuis…

olhosAmy, a menina irlandesa que pediu a Deus olhos azuis, cresceu sem conseguir o que desejava, e foi para a Índia como missionária. Ela viu meninas que não eram desejadas por sua família e eram vendidas para os templos como prostitutas para os sacerdotes. Então, ela ficou sabendo o que Deus queria que ela fizesse. Ela tingiu o cabelo e a pele com café. Vestiu saris para se parecer com as pessoas e criou uma casa para essas meninas indesejadas. “Uma irlandesa com olhos castanhos”, disse certa vez uma amiga indiana. “É uma coisa boa. Não penso que você poderia salvar essas meninas se seus olhos fossem azuis.” Agora, Amy sabia por que Deus lhe dera olhos castanhos em vez de azuis. Como Paulo diz em 1Co 9:22, “Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns”. Amy Carmichael não foi para a Índia para viver como estrangeira, ela se tornou como uma indiana. E isso foi algo que Amy sentiu que não poderia ter feito tão completamente se Deus lhe tivesse dado olhos azuis, em lugar de castanhos. Dois mil anos antes, Jesus Se tornou também como os proscritos que estava tentando salvar, assumindo nosso corpo, nossa pele, cabelos e olhos. (Adaptado da Lição da Escola Sabatina – 1º trimestre de 2008, pág. 78, Casa Publicadora Brasileira)

Disparos em trio elétrico matam dois e ferem 11

Duas pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas vítimas de disparos durante a passagem de um trio elétrico no Centro de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, na madrugada desta terça-feira (5). Segundo informações do 18º BPM (Jacarepaguá), um dos mortos seria um policial militar do batalhão.De acordo com informações do Hospital Nossa Senhora Nazareth, para onde as vítimas foram levadas, entre os feridos estariam dois menores de idade, um de 16 anos e outro de 10 anos.

Segundo informações do 25º BPM (Cabo Frio) um homem teria se envolvido em uma confusão, sacado uma arma e iniciado disparos. O policial militar teria morrido no local, o outro morto, ainda sem identificação, chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu e morreu no local.

Dos onze feridos que deram entrada no hospital, um ainda permanece internado em estado grave, e aguarda vaga no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Os outros foram já foram liberados e levados para a 124ª DP (Saquarema) para prestar depoimento. A polícia ainda não tem pistas do suspeito que efetuou os disparos. (g1.globo.com)

Nota pessoal: Precisa ainda?

Mulher deixa filha dentro do carro durante festa de carnaval

Uma mulher de 26 anos foi presa na madrugada desta terça-feira (5) no município de Jardim, em Mato Grosso do Sul, após deixar a filha de quatro anos dentro do carro durante uma festa de carnaval de rua, segundo informações da Polícia Civil e do Conselho Tutelar da cidade.O investigador Davi Luiz Olinski disse que a criança começou a chorar e despertou a atenção de pessoas que passavam pela rua, que chamaram a polícia. Os responsáveis foram chamados pelo sistema de som e presos em flagrante pelo crime de abandono de incapaz.

Além da mulher, foi preso um homem que estava com ela. Segundo a polícia, os dois foram soltos após o pagamento de fiança.

O coordenador do conselho, Vandir Nogueira, disse que a mulher alegou que a filha dormia quando a deixou no carro e que a todo momento ia olhar como ela estava. Um dos vidros do carro estava parcialmente aberto.

A menina está em poder do Conselho Tutelar e será entregue à avó materna da criança, que deverá assinar um termo de responsabilidade. (g1.globo.com)

Nota pessoal: E ainda vêm me dizer que carnaval é bom? Tá certo…eu tenho conhecidos no trabalho – eles não são cristãos – que não gostam de carnaval, que dizem que é festa da carne, e por isso não tem nada de bom. Preferem o isolamento, o retiro…mas é preciso que coisas assim aconteçam pra que vejam o que essa festa realmente significa. As pedras estão clamando a cada dia mais!

Faculdade britânica pede que alunos desenhem aparelho de tortura

O projeto, parte de um curso de mestrado na Escola de Arquitetura da University of Kent, foi descrito por um estudante como “doente”, segundo o jornal britânico The Guardian.

O aluno fez uma reclamação formal contra a universidade, alegando sentir desconforto com o projeto.

O diretor da Faculdade de Arquitetura, Don Gray, admitiu que o trabalho era uma introdução “um tanto quanto chocante” a um longo e sério projeto de design.

Um texto explicativo ilustrado com uma caveira e uma câmara elétrica de tortura da Gestapo foi entregue aos alunos do curso.

Eles foram orientados a “projetar, construir e desenhar um protótipo totalmente funcional de um aparelho de tortura baseado em princípios ergonômicos”.

Os alunos foram encorajados a buscar originalidade.

Em entrevista ao Guardian, Paul Hyett, ex-presidente do Royal Institute of British Architects e representante do Treatment Centre for Torture Victims – um centro de tratamento para vítimas de tortura em Londres – pediu o cancelamento do projeto.

Segundo Hyett, a arquitetura deveria ser usada para elevar o espírito das pessoas que moram ou trabalham nas construções. “Não há nenhuma circunstância em que qualquer aparelho de tortura tenha algum uso positivo em nossas vidas ou na nossa sociedade”, ele disse ao jornal.

Outro ex-presidente do Royal Institute of British Architects, George Ferguson, disse que é pouco inteligente usar o extremo desconforto como forma de ensinar arquitetura. Para ele, essa abordagem seria compreensível em um curso de filosofia, mas não em um curso sério de arquitetura.

Don Gray, o diretor da faculdade, disse que os responsáveis pelo curso deram ao aluno que reclamou sobre o projeto a opção de abordar a questão de um ângulo diferente.

O projeto, de duas semanas, é parte de um outro, mais amplo, cujo objetivo é desenhar a nova sede da organização Anistia Internacional.

A reportagem da BBC Brasil em Londres procurou a University of Kent para saber se o projeto para desenhar o aparelho de tortura será levado adiante, mas o assessor de imprensa da universidade não estava disponível para falar sobre o assunto. (http://www.bbc.co.uk)

Nota pessoal: Onde vamos parar? Onde já se viu isso? São sinais da volta de Jesus? Tenho certeza que sim! Veja aqui!

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: