Pensamentos

Arquivo para o mês “outubro, 2009”

Case Com Seu Terceiro Namorado

200295287-001Aqui um texto do Stephen Kanitz, que ficou muito famoso com um artigo da Veja, “O contrato de casamento” que já publiquei no blog. Nesse que estou trazendo para vocês hoje, ele fala sobre com qual namorado casar. Após o texto, colocarei meus comentários 😉

Um livro que li há 30 anos sobre estatística e matemática apresentava este conselho frio e calculista, que funcionava mais ou menos assim: Case com a sua terceira namorada/o e ponto final.

Embora este conselho pareça ridículo, do ponto de vista estatístico não é uma regra tão descabida assim.

Sua primeira namorada ou namorado, provavelmente foi escolhido/a de uma amostra de seres humanos, algo entre 20 e 50 amigos.

Ela ou ele é a/o melhor deste seu grupo de amigos, mas por ser uma amostra de um grupo pequeno, ela ou ele obviamente poderá não ser a melhor ou melhor que se tem no mundo como um todo.

Mas estatisticamente podemos dizer que o escolhido/a está bem acima da média dos homens e mulheres, algo em torno do 95% percentil.

fig1

Seu segundo namorada/o, se você de fato fez a sua lição de casa, deverá ser um pouco melhor do que o primeiro, já que você fez um upgrade.

Seu segundo namorado ou namorada agora é melhor do que 97% de tudo que você poderia ter.

Assim sendo, você deve ter melhorado a sua amostragem estatística, para alguém digamos no 97% percentil.

Gráfico 2:

fig2

Faça isto mais uma vez, uma terceira namorada, que apesar de todos os seus defeitos estará no 99% percentil ou algo próximo disto.

Gráfico 3:

fig3

Você nunca poderá namorar todo mundo do mundo, antes de decidir, e portanto o 100% ou 99% normalmente é uma meta impossível. Além do mais é neste grupo que se encontram a Cameron Diaz e George Clooneys.

Portanto diz a teoria, case-se com sua terceira namorada. Até porque não tem algo muito melhor dando sopa por aí.

Mas tem outra razão para esta regra.

A melhoria que você poderia almejar continuando a sua busca pela mulher perfeita, não é uma melhora tão significante assim.

Depois da terceira escolha, as chances de você piorar sua situação é grande, porque elas e eles não ficam dando sopa eternamente e seu universo poderá começar a diminuir à medida que todos forem se casando.

As chances de você ficar com nenhuma esposa ou marido são maiores do que continuar à sua procura.

Este é o atual problema de muitas mulheres de carreira que decidem se casar aos 34. Elas acabam tendo a sensação de que os homens não são como antigamente, e não aceitam casar com alguém inferior a algum antigo namorado.

Não, os homens não estão se deteriorando, os melhores simplesmente estão se casando e saindo do mercado dos disponíveis.

Eu só estou escrevendo isto, porque muitos leitores do meu artigo “O Contrato de Casamento”, publicado na Veja, ficaram com a impressão que eu estava sugerindo casamento sem fazer muita escolha, e concentrar em melhorar o relacionamento.

Escolha sim, mas não exagere, o príncipe perfeito não existe, nem a princesa, e trabalhar no relacionamento é a saída correta, quanto antes melhor.

Concentre-se em melhorar o relacionamento com a pessoa que já está ao seu lado, do que gastar a mesma energia tentando achar alguém perfeito. Estatisticamente dá na mesma.

(Stephen Kanitz, “Case Com Seu Terceiro Namorado/a”)

Fico imaginando o que irão pensar quando eu escrever aqui que concordo com o texto…

Mas eu concordo sim, porque entendo que não se trata meramente de sair contando quantos namorados você tem e, num determinado momento, parar e dizer: “Pronto, é com esse que vou casar.” Creio que Kanitz está falando não tanto de números quanto de escolhas equivocadas. Se fosse pelos números, eu estaria frita, porque casei com meu segundo namorado. Então, teria que me divorciar e namorar um terceiro, para só então casar. E não é por aí…

Ele fala de fazer boas escolhas, claro, pesquisar, não sair casando com o primeiro que aparece, só pra não “ficar pra tia”. Mas cuidar para que essa coisa de escolher não se torne em obsessão pela “perfeição”. A gente precisa namorar, analisar direitinho, ver as características daquela pessoa com quem estamos, e, quando tivermos certeza de que ela — apesar de seus defeitos — é alguém que me trata bem, alguém com quem posso ter conversas maravilhosas, alguém que me entende e me aceita como sou, alguém que me respeita, que me deseja e que, acima de tudo, realmente me ama, podemos tomar a próxima decisão, que é casar, ficar pra sempre do lado dela. Sem mais delongas…

Mas não é assim que alguns fazem, e é isso que ele critica. Ficam escolhendo, escolhendo, escolhendo, e nunca se dão por satisfeitos. Creio que nem que dessem de cara com um George Clooney ou Cameron Diaz, como ele cita, se contentariam, porque quando percebessem seus defeitos, iriam logo pensar: “é, deve ter alguém melhor, vou continuar procurando.”

Sempre vai ter alguém melhor, mas essa não é a questão. Aquela pessoa com quem você não está pode não ser perfeita no sentido de não ter nenhum defeito, mas pode ser a pessoa perfeita para você. Então, deve-se escolher bem sim, mas não passar a vida toda nessa escolha, porque se for ficar pensando na perfeição, nunca vai encontrar ninguém. Lembre-se de que nem você é perfeito, portanto não dá pra ficar exigindo isso dos outros.

O que ele falou é verdade: há mulheres que estão buscando há tanto tempo, que começam a comparar os homens de hoje com os namoradinhos da adolescência ou de alguns anos anteriores. Gostei do que ele disse: “Não, os homens não estão se deteriorando, os melhores simplesmente estão se casando e saindo do mercado dos disponíveis.” E isso porque alguém mais esperta do que essas mulheres viu naquele rapaz o que elas não conseguiram ver, cegas que estavam em busca da perfeição, e agora simplesmente é tarde…

Termino com mais um trechinho dele, perfeito a meu ver: “Concentre-se em melhorar o relacionamento com a pessoa que já está ao seu lado, do que gastar a mesma energia tentando achar alguém perfeito. Estatisticamente dá na mesma.”

Anúncios

Pensamento

A ironia é o primeiro indício de que a consciência se tornou consciente. (Fernando Pessoa)

Socorro!

Alguém me ajude a parar de mexer tanto no template!!!

Acho que vou endoidecer! Sério!

Desabafo

Eu não sei por que isso acontece, mas já ocorreu mais de uma vez — basta verem minha casinha toda arrumadinha ou por foto no orkut ou “ao vivo” mesmo, que certas mulheres dizem: “quero é ver quando vierem as crianças!”

Realmente, não compreendo a razão da frase. Só consigo imaginar duas explicações: ou têm saudades dos tempos sem filhos, ou então, como dizem que desgraça adora companhia, não querem sofrer sozinhas e ficam doidas que outras possam parir que nem elas e compartilhar da bagunça doméstica.

Acontece que essas mulheres não conhecem minha mãe. Sim, porque essa teve duas filhas, e não importa quantos anos tínhamos, a casa sempre estava e está arrumada. Quem conhece nossa família sabe. Mesmo depois de adultas, quando vinham crianças em nossa casa, minha mãe nunca “deixou a peteca cair”. Conheço também casas de casais com filhos, como a do pastor que me casou, que simplesmente eram um brinco, mesmo com crianças pequenas rondando o dia todo. Ou seja, pra mim, ter filhos e manter a casa arrumada não é impossível.

Agora, o negócio talvez seja que as “mamães bagunceiras” talvez queiram é arranjar desculpas pras suas desordens. Tudo bem, mas não vem com esse papinho de “deixa o baby chegar” pra cima de mim não. Não sei quando (e nem se! É, não sei mesmo, não importa o quão escandalizado(a) isso possa te deixar) serei mãe, mas definitivamente, se um dia for, não queiro ser uma bagunçada não. Até porque…

“Os anjos trabalham harmoniosamente. Perfeita ordem caracteriza todos os seus movimentos. Quanto mais aproximadamente imitarmos a harmonia e ordem dos anjos, tanto maior êxito terão os esforços desses agentes celestiais em nosso favor. Se não virmos necessidade de ação harmônica, e formos desordenados, indisciplinados e desorganizados em nossa maneira de agir, os anjos que são perfeitamente organizados e se movem em perfeita ordem, não poderão com êxito trabalhar por nós. Eles se afastarão pesarosos, pois não estão autorizados a abençoar a confusão, distração e desorganização. Todos os que desejarem a cooperação dos mensageiros celestiais devem trabalhar em harmonia com eles. Os que receberam a unção do Céu, em todos os seus esforços incentivarão a ordem, a disciplina e unidade de ação, e então os anjos de Deus poderão cooperar com eles” (Ellen G. White, Testemunhos para Ministros, p. 28).

Não preciso dizer mais nada, né? Portanto, parem de me encher a paciência!

Eu realmente…

…espero que me aquiete por mais um bom tempo e pare de mexer tanto no template (e consequentemente, na imagem do cabeçalho) deste blog.

Site legal

http://www.faithgirlz.com.br/

Taí um site bem legal pra adolescentes (e mulheres crescidinhas também podem gostar hehehe).

Ah, e como uma vez vi um vídeo no YouTube de uma adolescente falando sobre os livros preferidos dela, sendo que no primeiro já foi logo dizendo que não o recomendava pra quem fosse religioso, eu faço o contrário: recomendo INCLUSIVE pra quem não crê em Deus ou não tem religião.

Até quando?

fat

Eu sinto que tenho um vasto universo de beleza, magia, amor e maravilha em minha mente e meu coração. Mas eu não sou bonita. Acho que ficarei sozinha para sempre.

Retirei essa imagem do Tumblr w.w.b.d.?, e fiquei bem impressionada não só com o que vi, mas com o que a Bruna Zanardo, dona do site, escreveu:

This is heart wrenching.

Not only has society taught this poor girl that in order to feel complete she needs someone to love her physical appearance they have also given her an impossible physical standard.  Sometimes, (read: daily) the world and its f***** up rules make me so sick.

Tradução:

Isso é de cortar o coração.

Não só a sociedade ensinou esta pobre moça que, para se sentir completa, ela precisa de alguém para amar sua aparência física, como também tem dado a ela um padrão físico impossível. Às vezes, (leia-se: diariamente) o mundo e suas regras “miseráveis” me fazem ficar doente.

Meu Deus, COMO isso é verdade! Como eu infelizmente tenho que concordar com tudo! É essa a sociedade TRISTE e maluca em que vivemos. Até quando a gente vai achar o máximo ficar idolatrando mulheres cadavéricas e buscando essa aparência irreal? Acordem! A vida é mais que isso, aliás, a vida não é nada disso… A vida é outra coisa, bem maior, bem mais profunda.

De quem é a culpa, afinal?

culpaEu sou cristã. Creio que existe um “Ser Superior”, que criou o universo, que cuida de tudo. Pra mim existe um só Deus. Não sou agnóstica, panteísta, deísta nem atéia.

MAS! Acreditar em Deus não me impede de acreditar que há o inimigo dEle. E não, não creio num ser vermelho, com chifrinhos, rabo em forma de seta, um tridente na mão e fedendo a enxofre. Na verdade, ele está bem longe de ser assim. Mas existe. Seria burrice crer em Deus e não crer nesse inimigo, pois como se explicariam as mazelas do mundo? Deus não faz coisas más. O inimigo dele sim.

Só que existe gente que tudo acha que é culpa do demo. Já conheceram pessoas assim? Eu já. “Ah, meus filhos estão doentes, acho que isso é o inimigo!”, ou “É, não posso fazer nada, isso é culpa dele!” E são pessoas que dizem crer em Deus que falam essas coisas. Têm medo de “macumba”, “mau olhado” e coisas do tipo…

Pra mim, existem dois probleminhas básicos com essas afirmativas: o primeiro é que, ao falarem dessa forma, mostram crer que Deus não se importa com elas, ou que não tem poder para protegê-las do mal. O segundo: as pessoas que pensam assim geralmente sabem que são culpadas, mas querem se isentar da culpa. Exemplo: a mãe deixa o menino comer tudo quanto é porcaria, não ensina a criança a tomar banho e escovar os dentes em horários certos e quando a criança começa a se queixar de dores abdominais fortes, ah, “isso é o inimigo que tá fazendo com meu filho”. Ou então o carinha bebe todas e sofre um acidente automobilístico terrível, mas a culpa foi do coisa-ruim.

Façam-me o favor! O inimigo de Deus existe? Creio piamente que sim. Agora, tudo é culpa dele? Somos apenas marionetes em suas mãos? Com certeza, não. E o interessante é que fazemos o mesmo com as pessoas ao nosso redor. Cometemos nossos erros, metemos os pés pelas mãos, mas sempre arranjamos um jeito de encontrar um culpado. Muitas vezes, coisas chatas acontecem, e ninguém é culpado. Noutros casos, nós é que somos. E o que fazemos? Encontramos um “bode expiatório” e continuamos cometendo os mesmos erros de sempre.

Portanto, em vez de ir logo culpando o inimigo de Deus ou a pessoa mais próxima, olhe pra dentro de si mesmo. Analise friamente a situação, e veja se a culpa não está em você mesmo. Assuma o erro, faça o que puder pra remediar a situação, e siga em frente, procurando mudar aquilo que não está bem, buscando ajuda com pessoas de sua confiança e, acima de tudo, com Deus. Você — e quem quer que conviva com você — só tem a ganhar.

Bodas de quê?

Exchange of RingsComo casamento e relacionamentos em geral são temas recorrentes neste blog, e como ele se propõe não só a ser um “lugar pra desabafar” mas também um local em que as pessoas possam encontrar algo que as ajudem, resolvi colocar aqui os nomes das bodas para cada ano de casamento. O legal é que, fazendo uma busca na internet, acabei por achar mais informações interessantes, e resolvi compartilhar com vocês. Espero que gostem!

Boda (pronuncia-se “bôda”) é a festa que celebra o aniversário de casamento. No Brasil, é costume dizer Bodas, no plural. As bodas de prata (vinte e cinco anos de casamento) e de ouro (cinqüenta) são as mais conhecidas e comemoradas.

Todas as datas e aniversários são importantes para os casais felizes. Mas enquanto as comemorações dos primeiros aniversários de casamento passam-se na intimidade, em geral as bodas maiores assumem um caráter eminentemente social. É quando a comemoração exige maior brilho e maior destaque. Em geral, não só a família, mas todos os amigos são convocados para participar do acontecimento.

Poucas pessoas conhecem a origem etimológica da palavra boda. Ela provém da palavra latina votum, que significa promessa. Desta forma, quando se diz “minha boda” estamos dizendo “minha promessa”.

De acordo com o seu significado religioso, sem dúvida é a promessa por excelência que um homem e uma mulher podem fazer diante de Deus, realizando seu compromisso de esposo e esposa diante de um altar consagrado. Uma promessa para toda a vida, e esse é o ditame de seu ritual.

Por isso esse momento tão especial deverá ser comemorado em toda sua magnitude, unido a cada um dos elementos que contribuem para que essa promessa tenha a força simbólica que merece.

A própria definicação da palavra casamento (ou matrimônio) reforça esse caráter solene. Segundo os dicionários:

Casamento: ato de casar, união legítima entre homem e mulher, matrimônio, cerimônia ou festa nupcial.

Casamento: sm. 1. União solene entre duas pessoas de sexos diferentes, com legitimação religiosa e/ou civil; núpcias. 2. A cerimônia dessa união. 3. Fig. Aliança, união. (Dicionário Aurélio).

É tradicional, na cultura ocidental, se comemorar com bodas os eventos relativos ao casamento, e com o jubileu, outros fatos marcantes da vida social. Para marcar cada um desses eventos se associa a cada data das bodas algum material que o represente. Por exemplo:

OURO: O ouro fascina a humanidade desde a sua descoberta. De todos os metais, apenas ele reúne beleza, brilho, virtual indestrutibilidade e maleabilidade.

DIAMANTE: Da palavra grega “adamas” que significa força e eternidade do amor surgiu a denominação diamante.

Normalmente as alianças de casamento são confeccionadas em ouro, simbolizando a indestrutibilidade dessa união. Nas joalherias, tradicionalmente são produzidas alianças específicas para as bodas de prata e bodas de ouro.

O anel como sinal de comprometimento, ou seja, a aliança, foi utilizada a primeira vez pela Civilizacao Romana repetindo-se esta tradição até hoje em outros povos. As alianças de casamento assumem um papel de grande importância nessa comemoração, pelo próprio significado do nome dado a essa jóia

Aliança: ato ou efeito de aliar, casamento, anel de noivado ou de casamento.

Aliar (do latim “alligare”) : unir, fazer ligação, harmonizar, combinar, agrupar, unir em casamento, ligar-se, confederar-se, casar-se.

Conta-se que por volta de 1800 eram divididas ao meio e internamente tinham escritas frases como “Para sempre” e “Eu te amo”, ou pedras encrustadas.

Embora a maioria das pessoas só conheça as bodas de prata (25) e de ouro (50), a cultura popular associou um material para cada aniversário de casamento, independentemente dos anéis, que representa uma nova etapa de vida.

Haja criatividade!

Embora ocorram variações nos materiais associados, a lista abaixo é a que encontramos mais freqüentemente:

01º – Bodas de Papel

02º – Bodas de Algodão

03º – Bodas de Couro ou Trigo

04º – Bodas de Flores, Frutas ou Cera

05º – Bodas de Madeira ou Ferro

06º – Bodas de Açúcar ou Perfume

07º – Bodas de Latão ou Lã

08º – Bodas de Barro ou Papoula

09º – Bodas de Cerâmica ou Vime

10º – Bodas de Estanho ou Zinco

11º – Bodas de Aço

12º – Bodas de Seda ou Ônix

13º – Bodas de Linho ou Renda

14º – Bodas de Marfim

15º – Bodas de Cristal

16º – Bodas de Safira ou Turmalina

17º – Bodas de Rosa

18º – Bodas de Turquesa

19º – Bodas de Cretone ou Água Marinha

20º – Bodas de Porcelana

21º – Bodas de Zircão

22º – Bodas de Louça

23º – Bodas de Palha

24º – Bodas de Opala

25º – Bodas de Prata

26º – Bodas de Alexandrita

27º – Bodas de Crisoprásio

28º – Bodas de Hematita

29º – Bodas de Erva

30º – Bodas de Pérola

31º – Bodas de Nácar

32º – Bodas de Pinho

33º – Bodas de Crizopala

34º – Bodas de Oliveira

35º – Bodas de Coral

36º – Bodas de Cedro

37º – Bodas de Aventurina

38º – Bodas de Carvalho

39º – Bodas de Mármore

40º – Bodas de Esmeralda

41º – Bodas de Seda

42º – Bodas de Prata dourada

43º – Bodas de Azeviche

44º – Bodas de Carbonato

45º – Bodas de Rubi

46º – Bodas de Alabastro

47º – Bodas de Jaspe

48º – Bodas de Granito

49º – Bodas de Heliotrópio

50º – Bodas de Ouro

51º – Bodas de Bronze

52º – Bodas de Argila

53º – Bodas de Antimônio

54º – Bodas de Níquel

55º – Bodas de Ametista

56º – Bodas de Malaquita

57º – Bodas de Lápis-lazúli

58º – Bodas de Vidro

59º – Bodas de Cereja

60º – Bodas de Diamante

61º – Bodas de Cobre

62º – Bodas de Telurita

63º – Bodas de Sândalo

64º – Bodas de Fabulita

65º – Bodas de Platina

66º – Bodas de Ébano

67º – Bodas de Neve

68º – Bodas de Chumbo

69º – Bodas de Mercúrio

70º – Bodas de Vinho

71º – Bodas de Zinco

72º – Bodas de Aveia

73º – Bodas de Manjerona

74º – Bodas de Macieira

75º – Bodas de Brilhante ou Alabastro

76º – Bodas de Cipestre

77º – Bodas de Alfazema

78º – Bodas de Benjoim

79º – Bodas de Café

80º – Bodas de Nogueira ou Carvalho

81º – Bodas de Cacau

82º – Bodas de Cravo

83º – Bodas de Begônia

84º – Bodas de Crisântemo

85º – Bodas de Girassol

86º – Bodas de Hortênsia

87º – Bodas de Nogueira

88º – Bodas de Pêra

89º – Bodas de Figueira

90º – Bodas de Álamo

91º – Bodas de Pinheiro

92º – Bodas de Salgueiro

93º – Bodas de Imbuia

94º – Bodas de Palmeira

95º – Bodas de Sândalo

96º – Bodas de Oliveira

97º – Bodas de Abeto

98º – Bodas de Pinheiro

99º – Bodas de Salgueiro

100º – Bodas de Jequitibá

Fontes:

Wikipédia, a enciclopédia livre. Consultado em Março/2007. Endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bodas

Brasil Cultura. Consultado em Março/2007. Endereço: http://www.brasilcultura.com.br

Rudy Eres. Dale a tu boda la musica que se merece. Consultado em Março/2007.

http://www.bodas.com/article.php?story=20070316150228367

Guias Historia e Curiosidades do Diamante / Historia e Curiosidades sobre o Ouro. Citado no site Aceito.com (não está mais no ar). http://www.aceito.com.br

(Do site “Portal da Família)

……………………………………………………………………………………………………………………

Isso tudo me lembra do meu casamento, e do que o pastor falou. Adorei que ele não tenha caído na mesmice (eu nem podia esperar isso dele, um mestre e agora doutorando em Teologia hehehe), que não tenha falado sobre “a importância de ter filhos” ou coisas do tipo, mas sim da aliança de Deus com o Seu povo, e da aliança que meu então noivo e eu estávamos fazendo um com o outro. Falou que a palavra ‘divórcio’ não deveria estar em nosso dicionário, e que a nossa união deve ser eterna. Pra mim casamento é isso mesmo, uma aliança eterna, entre um homem e uma mulher que se amam, e não querem somente mostrar isso ao mundo, mas, acima de tudo, querem a bênção de Deus em suas vidas.

Estresse no trabalho?

estresse-no-trabalho-37-207Corre pra reunião, checa e-mail, envia o relatório, atende o maridão no celular, aguenta as alfinetadas do chefe, se concentra no trabalho, liga para dizer “feliz aniversário” pra irmã, volta para o relatório… O dia de trabalho é capaz de deixar qualquer pessoa à beira de um ataque de nervos. E se você não estabelecer uma pausa para desestressar, é bem provável que o ataque aconteça.

Alguns exercícios rápidos são capazes de fazer milagres e ajudam a aliviar o estresse. Por isso, comece separando uns minutinhos para relaxar a mente e o corpo e pare tudo. “É fundamental que as técnicas sejam feitas com calma e atenção”, recomenda Thiago Niishida, fisioterapeuta, acupunturista e especialista em qualidade de vida. Pronta para relaxar?

Respiração
Durante o relaxamento, a sua respiração tem que ser consciente (se não der pra ser concentrar no escritório, dê um pulinho na sala ao lado, no carro…) e o ar deve ser “jogado” para a barriga. “Procure preencher todo o pulmão, sendo que, quando puxar todo o ar, force mais uma inspiração, e perceberá que ainda cabe mais um pouco. Faça a inspiração e a expiração o mais longa possível, respirando lentamente”, explica o fisioterapeuta.

Agora que acertou a respiração, confira as dicas para descarregar a tensão e enfrentar os pepinos de trabalho com muito mais leveza:

1. Na hora de acertar a respiração, concentre-se no seu corpo, sinta os movimentos respiratórios, as articulações, os músculos e tendões. Os movimentos devem ser indolores, então não force! Se estiver com pressa, faça apenas uma vez, mas por completo.

2. Dificuldades para se concentrar? Procure um cantinho para sentar-se confortavelmente, tire os sapatos, coloque a sola dos pés no chão, deixe a coluna ereta e feche os olhos.

Com a mão direita, tampe a narina direita e inspire profundamente apenas com a esquerda. Retire a mão da narina direita e obstrua a esquerda para expirar e inspirar com a direita. Repita esse processo algumas vezes e notará o equilíbrio que ele produz!

3. Deu todas as suas energias para finalizar um relatório ou enfrentar aquela reunião? Tire os sapatos e fique de pé próximo a um local em que possa se apoiar, caso perca o equilíbrio. Levante o pé esquerdo e encoste a sola na coxa direita ou no joelho. Abra os braços até a cabeça de maneira que as palmas das mãos se encontrem no alto da cabeça.

Traga as duas mãos unidas, como em prece, para a altura do peito. Fique com os cotovelos levantados, os ombros relaxados e a coluna reta. Respire lentamente 10 vezes. Se conseguir, feche os olhos. Troque de perna e repita mais dez respirações profundas e lentas. Acalma qualquer leão!

4. Se sente que sua vista está cansada e você fica o dia todo em frente ao computador, esta dica é muito importante. Ao olhar para longe, o corpo ajusta a retina para que o foco fique nítido. Quando olha para perto, o ajuste é refeito. Quem faz esse ajuste é um músculo. E como todo músculo que trabalha em excesso, ele cansa e precisa de repouso. Olhe para algum lugar distante por trinta segundos a cada hora.

5. Outra dica é pressionar levemente o globo ocular com as palmas das mãos por dez segundos. Depois circule o olhar no sentido horário e anti-horário, cinco vezes cada. Feche os olhos levemente, e vagarosamente vá forçando os olhos a fecharem com “mais força”. Mantenha a força máxima por cerca de um segundo, vá relaxando vagarosamente até o relaxamento total, mas sem abrir os olhos. Repita essa operação duas ou três vezes antes de abrir por completo.

O importante é você não se esquecer de manter a frequência e separar todos os dias um tempo para descansar o corpo e a mente. A gente garante: são minutinhos que valerão ouro!

Fonte: IG

(Retirado do blog In Blog – Insight Publicidade)

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: